25 C
Cuiabá
quinta-feira, 23/maio/2024

Oscilação dos preços: especialista dá dicas para economizar combustível

Coordenador da Anhanguera afirma que realizar a manutenção do veículo é essencial para reduzir o consumo

- Publicidade -spot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_img

Com a recente oscilação nos preços dos combustíveis no Mato Grosso, os motoristas precisam buscar métodos que garantam a economia no consumo do automóvel. De acordo com Álvaro José Farias, coordenador do curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Anhanguera de Rondonópolis, aceleradas desnecessárias é um dos principais motivos para um maior consumo de combustível, que pode ser evitado a partir da adoção de algumas práticas.

“Possuir um trajeto estratégico é uma das principais recomendações para obter mais economia. Desta forma, os engarrafamentos podem ser evitados que, além da perda de tempo, levam a muitas mudanças de marcha, ocasionando o aumento do consumo de combustível. Evitar altas velocidades também é importante, pois um veículo a 100 km/h tende a consumir 20% a mais de combustível do que um veículo a 80 km/h”, comenta o docente.

Fazer a manutenção do carro, segundo Álvaro, além de evitar dor de cabeça também é essencial na hora da economia. “É importante levar em conta o estado das velas de ignição, dos filtros e dos pneus. Os condutores devem evitar adiar a manutenção dessas peças, pois a falta de atenção pode ter um impacto negativo no desempenho da direção e da suspensão, resultando em um aumento no consumo de combustível”, explica.

O professor alerta que muitos motoristas têm o costume de manter o carro em ponto morto, porém, além de comprometer a segurança dos ocupantes do automóvel, isso não gera economia. “Existe uma ideia errada entre algumas pessoas de que dirigir com o veículo em ponto morto resulta em uma maior economia. No entanto, isso é um engano, pois o motor continua recebendo combustível nessa condição. Além disso, há um atraso na resposta dos freios, já que o veículo está desengatado. Essa prática só deve ser adotada quando o carro estiver parado ou em situações de congestionamento”, opina.

Abaixo, o docente destaca outros pontos para você economizar combustível:

 
Dirija de forma prudente: Dirigir o carro como se você estivesse num filme de corrida aumenta muito o consumo de combustível, além de ser perigoso para todos à sua volta. Por isso, evite ultrapassagens perigosas, acelere sempre de maneira suave e progressiva conforme o veículo aumenta a velocidade.   

Ar-condicionado só quando necessário: Quanto mais tempo com o ar-condicionado ligado, mais combustível será gasto, em torno de 10% a mais que o normal.   

Calibre os pneus regularmente: Quando os pneus estão descalibrados ou até murchos, existe um atrito maior com a via e o consumo de combustível pode aumentar em até 3%.  

Confira regularmente a geometria da suspensão do seu veículo: Outro aspecto que envolve pneus e rodas, e que pode ajudar a diminuir o consumo de combustível, é a geometria das rodas fora dos valores de referência recomendados. O correto alinhamento e balanceamento. Rodas desalinhadas provocam um aumento excessivo do atrito entre os pneus e a pista de rolamento, o que demanda maior energia durante o deslocamento. Uma dificuldade maior para o carro se locomover, pois as rodas se arrastam. Isso diminui a vida útil dos pneus, aumenta o risco de acidentes e o consumo de combustível.   

Evite acessórios desnecessários: Eles podem aumentar seu consumo com combustível. Esses acessórios que alteram as características originais do veículo provocam mais resistência contra o ar, prejudicando a aerodinâmica e aumentando o consumo final.   

Combustível de qualidade: Sempre abasteça em postos de confiança e caso note diferença de desempenho ou trepidações excessivas em marcha lenta logo após abastecer seu veículo, leve-o imediatamente ao seu mecânico de confiança e o informe do ocorrido. 

Sobre a Anhanguera   

Fundada em 1994, a Anhanguera oferece educação de qualidade e conteúdo compatível com as necessidades do mercado de trabalho por meio de seus cursos de graduação, pós-graduação, cursos Livres, preparatórios, com destaque para o Intensivo OAB (Ordem dos Advogados do Brasil); profissionalizantes, nas mais diversas áreas de atuação; EJA (Educação de Jovens e Adultos) e técnicos, presenciais ou a distância, visando o conceito lifelong learning, no qual proporciona acesso à educação em todas as fases da jornada do aluno. São mais de 15 mil profissionais e professores entre especialistas, mestre e doutores.  

Além disso, a instituição presta inúmeros serviços à população por meio das Clínicas-Escola, na área de Saúde e Núcleos de Práticas Jurídicas. A Anhanguera tem em seu DNA a preocupação em compartilhar conhecimentos com toda a sociedade a fim de impactar positivamente as comunidades ao entorno das instituições de ensino. Para isso, conta com o envolvimento de seus alunos e colaboradores a partir de competências alinhadas às práticas de aprendizagem e que contribuem para o desenvolvimento do País.  

Com grande penetração no Brasil, a Anhanguera está presente em todas as regiões com 106 unidades próprias e 1.398 polos em todos os estados brasileiros.  

Acesse o site e o blog para mais informações.

- Publicidade -spot_imgspot_img
Últimas notícias
- Publicidade -spot_img
Mais notícias
- Publicidade -spot_imgspot_img

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here